Palavra do Presidente
Foto do Presidente


Guias

- Tabela sindical
      - Tabela sindical 2018
- Tabela sindical
      - Tabela sindical 2017
- Tabela sindical
      - Tabela sindical 2016
- Tabela sindical
      - Tabela sindical 2015
- Contribuição sindical
      - Informações
       - Emissão
- Taxa associativa (Mensal)
    - Informações
     - Emissão
- Taxa de custeio (anual)
    - Informações
    - Emissão

Convenções

Tira Dúvidas

Artigos

Faça Parte

Espaço FENAC

Anúncios

Convênios

Informativo

Informativo Dezembro 2011 - Leia as principais notícia do último bimestre

.

Enquete


O que você achou do site do Sindiclubes MG?



Links Úteis

Palavras do Presidente


Um dia histórico: somos estaduais




   Dia 8 de maio de 2012. Esta, com certeza, será uma data histórica porque, a partir de agora,o Sindiclubes deixa sua marca de pioneirismo e se transforma na primeira entidade sindical do interior com prerrogativas de representação patronal exclusiva dos clubes em funcionamento na Capital e nos quase 900 municípios do Estado de Minas Gerais. Somos, oficialmente, o Sindicato de Clubes Culturais, Recreativos, Esportivos e Sociais do Estado de Minas Gerais. 

   Às 8h30 da manhã recebemos a notícia através do telefonema de José Almero Mota, presidente da Federação Nacional da Cultura- FENAC e um dos principais incentivadores na busca por esse sonho. Esperávamos este momento há muito tempo, desde o início de nossas conversas, em 2009, que tinham o objetivo de ampliar nossa área de atuação para todo o estado.   Nosso sonho finalmente se concretizou. Só temos a agradecer a todos que acompanham a trajetória do nosso Sindiclubes e que foram companheiros de caminhada exemplares, em especial João de Souza,Luiz Carlos Mendes,  Cel. Saint’Clair Luiz do Nascimento, José Guelfo Vicente Filho, João Batista Pelagagi, Jorge Moreira de Freitas e Basileu Pereira Tavares. 

   Como dissemos em nosso último artigo, sempre mantivemos a fé de que na próxima curva vislumbraríamos algo de melhor na outra parte da estrada. Mantivemo-nos de pé, com muito esforço, e ultrapassamos o trecho de pedras soltas.  Mas temos consciência de que temos que trilhar, ainda, um caminho íngreme para conseguir chegar a uma nova curva e vislumbrar um trecho mais plano da estrada. E temos a certeza de que venceremos porque somos uma equipe.

   A partir de agora assumimos um novo sonho, um novo objetivo: ampliar o sonho que permitiu a fundação da Associação de Clubes Culturais, Recreativos, Esportivos e Sociais – ACRES, em 20 de março de 1990. Aquele sonho de João de Souza de unir sob uma única bandeira todos os nossos Clubes, grandes e pequenos, ricos e pobres, antigos e modernos, ligados em comunhão de ideais no seio de uma entidade forte e respeitada, uma associação de clubes recreativos, esportivos e sociais. Ver todas as agremiações do Estado de Minas Gerais reunidas em torno da mesma mesa comum, para discussão dos problemas comuns aos clubes, para encaminhamento de soluções e para uma representação fortalecida perante os entes públicos.

   Caros presidentes, temos muito trabalho à frente e necessitamos de uma união ainda maior de nossas entidades. Temos a certeza de que já estamos recebendo nossa recompensa, mas ela, com certeza, será ainda maior com a participação de todos.

   Parabéns a cada um de nós, que trilhou esse caminho até aqui. Que Deus nos abençoe e nos dê forças para continuar nesta estrada.